17/01/2014

PENSÕES

Pode consultar como vai ficar a sua reforma neste ano de 2014 – aqui (jornaldenegocios  )



Os reformados estão na linha da frente da austeridade. O Governo tem encontrado sempre formas de contornar os chumbos do Tribunal Constitucional, de modo a conseguir reduzir a carga orçamental das pensões. Consulte as simulações que a PwC fez e saiba o que vai acontecer à sua pensão.
Em 2014, perante o chumbo da convergência das pensões da CGA (que implicava uma redução média de 10%), o Governo decidiu alargar a Contribuição Extraordinária de Solidariedade a mais reformados e aumentar ainda os descontos para os subsistemas de saúde das administrações públicas. Estas medidas só deverão produzir efeitos a partir de Março, mas as contas da PwC já as incorporam.
 As simulações elaboradas pela PwC têm em conta os cortes que serão aplicados depois da entrada em vigor do novo Orçamento Rectificativo, que poderá ocorrer em Março ou em Abril.
Traduzem, por isso, o novo agravamento da contribuição extraordinária de solidariedade (CES), que passará a reduzir pensões a partir dos mil euros. Este será o segundo momento de alargamento da CES este ano.
O primeiro ocorre já em Janeiro, altura em que o corte passa também a incidir sobre as pensões de sobrevivência, o que para alguns pensionistas pode implicar reduções mais elevadas do que as que estavam a ser aplicadas em Dezembro.



 

Sem comentários: