30/06/2009

Zau Évua

Testemunho de quem andou por aquelas paragens, onde nós passamos 2 anos.
Foram 2 anos consecutivos em Zau Évua, Lufico, Quiximba e Quiende.
Um abraço pelo testemunho
Bom, sobre a piscina, havia por lá muita água.

«Zau ficou sem Companhia residente em 1972, a companhia 3513 do Quiende passou a ter lá 2 grupos de combate e eu tambem por lá passei sempre que como Enfermeiro para lá era enviado.
Éra de facto um bife, comparado com o que se via, não que no Quiende se estivesse mal mas Luvo, Lufico, Seza Pombo são alguns lugares\me que ficaram na retina e que eram buracos onde todas as semanas hivia "berdoada".
Em Zau, até piscina nos deixaram, tinha um inconveniente...era grande pra caraças e os turras se quisessem caçavam-nos a lapada...
Um abraço para quantos por lá passaram em especial para o Marius.
José Lessa»

04/06/2009

Ao amigo Silva

Ao amigo Silva, frequentador assiduo do Blog, com um grande abraço de muita consideração e respeito.
Deixo~lhe estas palavras como testemunho do apreço que por ele tenho.
Algumas vezes temos trocado mensagens pela internet.
Com a sua idade e com a escolaridade que obteve, a muito custo, com a vida dura e árdua que sempre terá levado, mesmo assi conseguiu o que muitos nossos companheiros ainda agora e, muito mais "letrados" que ele, não conseguiram - adaptar-se à realidade da Internet e com ela, gastar agora um pouco do seu tempo, já com a sua merecida reforma.
Cada um, escreve como sabe, como pode. Por nós, não será condenado por isso, nunca.
Desde que se entenda o que pretendeu escrever, dando a conhecer as suas ideias e pensamentos, tudo bem.
Vá escrevendo.
Sempre que queira e possa.
Esdtaremos cá, todos para o entender e compreender.
Outro abraço

03/06/2009

Explicação

Nos últimos meses, por razões de falta de tempo, de iniciativa, de vontade e porque nos temos sentido um pouco abandonados, não nos tem sido posível colocar no blogue, nem escritos, nem fotografias.
Os escritos, sendo mais fáceis de colocar, porque só dependem do que nos vai na mente, da vontade e inspiração, não tem aparecido porque, nada do que atrás foi dito criou alguma motivação para tal.
Das fotos, já não podemos dizer o mesmo, pois dado o seu caracter material, esgotam-se e não havendo mais, não se podem inventar.
Temos recebido imensos comentários que dealgum modo tem animado os visitantes do blogue, o que é muito bom.
No entanto, seria melhor que muitos dos comentaristas, aproveitassem a sua veia literária e nos inviassem uns textos para serem publicados.
Todos nós, temos pequenas histórias, sempre interessantes, mesmo depois de tantos anos passados, para serem contadas.
Vamos começar por aí.
mandem fotos, para serem publicadas.
Sugestões para a data e local do almoço deste ano.
Vamos aguardar