30/08/2012

Confraternização de 2013

Ninguem saberá o futuro ou o dia de amanhã, mas aqui fica a nossa posição.
Aceitamos passar a "pasta da organização" das confraternizações futuras, para o efeito daremos as bases de dados que temos na nossa posse.

"Já não estamos a pensar, está decidido.
A confraternização anual do BCAC2877 vai passar a ser da seguinte forma: arranja-se local onde se possa comer "À Lista" e onde estarão reservados uns tantos lugares para aqueles que normalmente vão aos almoços. Quem quzer aparece, quem não quizer, paciência!!!
Basta de procurar locais e preços, conferir e rectificar endereços e codigos postais e enviar circulares.
Ainda acreditamos que a maioria dos nossos ex-camaradas sabem que não estamos a meter ao bolso, um cêntimo que seja.
Assim, só vamos ter o trabalho de escolher o restaurante e mandar as cartas, nada mais."


                                                        Foi o que publicamos no Facebook

29/08/2012

Cartas devolvidas

Será que alguém nos pode dizer por andam estes ex-camaradas?

  • José Mendes - Cadima
  • Eduardo Barbosa Dionísio - Odivelas
  • José Evangelista Fernandes - Tavira
  • José Carlos Silva morgado - Secarias - Arganil
  • Casimiro Jesus Gonçalves - Oleiros
  • Alexandre Rodrigues Gomes - S João da madeira
  • Jerónimo Armando Dias - Vila Moinhos - Sobral MRT
  • José Martins Fernandes - Lageosa do Dão
  • Manuel Direito - Gouveia
  • Manuel Jesus Taipina - Cantanhede
  • José Carlos Gomes Sousa - Barreiro
  • Martinho Gonçalves - Moreira - Oli Azeméis
  • António Marcelino - Lisboa
  • Gualdino Simões Almeida - Oliveira de Azeméis
  • António Marques Oliveira - Sobreira - Ronfe - Guimarães
  • Agnelo Gomes Melancia - Anadia
  • Hermenezildo Dias Pedrosa - Azere - Tábua
  • Nelson Augusto Pereira - Nogueira - Bragança

25/08/2012

Generais e Almirantes

Que respostas quando há hoje mais oficiais generais que quando da
Guerra de África, mais generais no Exército que Regimentos, mais
Almirantes que vasos de guerra e mais Generais aviadores que aviões de
combate.

"Correio da Manhã - O Governo aprovou o corte de 11 oficiais--generais
no quadro de efectivos das Forças Armadas. A que se deve esta redução?

Loureiro dos Santos - O Governo português, tal como os governos
europeus e até o dos Estados Unidos, estão a tentar tornar mais
rentáveis as Forças Armadas. E isso passa, particularmente, pela
racionalização dos comandos, das direcções e dos estados-maiores das
forças. Neste momento, julgo que é isso que se está a passar, e que se
fizeram estudos nesse sentido por orientação do ministro da Defesa,
sem diminuir o produto operacional. É assim que o interpreto. Porque
nem sequer o número é significativo.

-Portanto, era inevitável.

- Eu não digo que seja uma inevitabilidade. Mas, como disse, perante a
situação generalizada no Ocidente, tem havido essa preocupação. Foi
onde os chefes militares, se calhar, concluíram que era possível
manter o nível de eficiência das estruturas.

- A Inspecção-Geral das Finanças concluiu que havia excesso de generais em 2011.

- A meu ver, não tem competências para fazer essa avaliação. Essa
avaliação foi feita no âmbito do Ministério da Defesa e teve, com
certeza, a participação dos vários ramos."

23/08/2012

Forças Armadas - só agora começa a limpesa?

Todos os que passaram pela Guerra de África sabem que em Angola não
havia 11 Oficiais Generais em tempo de guerra. Como podem haver
tantos generais e almirantes nos dias de hoje nas forças armadas.
Isto é uma afronta a todos os que ficaram sem subsidios de férias e de
Natal. Só vão sair 11 generais do Exército? E dos outros ramos das
Forças Armadas?

Há mais oficiais generais na Força Aerea e na Marinha que aviões e
navios operacionais?

Uma vergonha

"O diploma aprovado revoga o decreto-lei de 2009, que fixava em 18 538
os efectivos das Forças Armadas a partir de Janeiro de 2013, e estende
o prazo até ao final desse ano, mas apontando para um quadro de 18 308
militares nos três ramos (Exército, Marinha e Força Aérea).

O posto de oficial-general é o que sofre o maior corte, de cerca de 14
por cento, passando de 78 generais nos três ramos para 67.

São eliminados ainda 83 lugares nos postos de oficiais superiores e
sub-alternos, que de 5146 passam a 5063, e também 118 lugares no posto
de sargento, que de 9296 passam a 9178.

Na Marinha são cortados 94 efectivos, de 8114 para 8020, e o número de
generais baixa de 23 para 20.

Já os 1423 oficiais superiores e sub-alternos passam a 1387, os 2650
sargentos diminuem para 2613 e os 4018 praças passam a 4000.

Na Força Aérea desaparecem 71 lugares no total, de 4024 para 3953
efetivos, e também são eliminados três lugares no posto de general (de
22 para 19), para além dos 1369 oficiais que passam a 1346 e dos
sargentos, que descem de 2633 para 2588.

Ao Exército cabe um corte de 65 efectivos (de 6400 para a 6335),
dividido entre cinco generais, de 33 para 28, 24 oficiais, de 2354
passam a 2330, e de 36 sargentos, que passam de 4013 para 3977.

" (CM)

03/08/2012

Confraternização de 2012 - 15 de Setembro- local



Noticias de última hora

Pedimos sugestões e indicação de contacto para um local e um restaurante entre Caldas da Rainha e Coimbra

Os preços são elevados e procuramos melhores preços até ao máximo de 25 €

Dentro das hipóteses de local para a nossa confraternização deste ano, recebemos boas referencias deste local.
Boas referências em relação ao preço, as comodidades e ao serviço prestado.
Assim deixamos à vossa consideração e na esperança de recebermos as vossa opiniões sobre este local que podem, entre outros sítios, consultar aqui - Pateira de Fermentelos.
Aguardamos os vossos contactos com opiniões, criticas e sugestões.
A  data do convívio será a 15 de Setembro, mês habitual em todos os anos.
Está nos nossos projectos, o aluguer de um autocarro que sairia de Lisboa até ao local e volta, claro. Tudo irá depender do numero de interessados, primeiro para se saber da lotação do mesmo.
Estamos a trabalhar no tema.
A vossa ajuda e opinião será bem vinda.

Um abraço a todos