20/04/2012

3) - Poemas da Guerra - José Niza


"3) - Poemas da Guerra - José Niza - (coninuação)

A nossa chegada ao aquartelemento de Zau Évua, no norte de Angola, a uma centenas de quilómetros
 de Luanda, não nos deu grande alento.  Dias antes, uma emboscada a um grupo de combate de uma das companhias que íamos render, tinha feito mais de vinte mortos. Seria tambem um aviso para nós?"

CARNAVAL EM ZAU ÉVUA

Aqui o carnaval é todo o ano
desde o içar da bandeira
ao cair do pano

trezentos soldados
mascarados
suam bem suados
baga de suor de um confetti
amarelo verde e encarnado
que não é daqui

um clarim toca
várias vezes ao dia
(Pavlov descobriu
que reflexos condicionados
tambem serviam para os soldados)

eu vou estando

e não esqueço

adeus
até ao meu regresso

Sem comentários: