05/07/2011

12 de Julho de 1969

Esta foi a foto que o DN publicou a 13 de Julho de 1969.O Vera Cruz já sulcava as agiuas do Atlântico na sua passagem pela Ilha da Madeira, onde embarcou militares que formaram compabhia naquela ilha.
Foram 12 dias a caminho de Angola, para que a nossa chegada fosse assinalada com uma data histórica e que será lembrada sempre que se recorde a chegada do primeiro homem à Lua - 21 de Julho de 1969.
Da partida, todos os que passaram por esses momentos, recordam a amargura, a tristeza, a insegurança face ao desconhecido da Guerra e das terras de África e acima de tudo a incertesa do que a cada um e a todos nós poderia vir a acontecer.
Hoje, por muito que queiramos varrer da nossa memória a lembrança desses momentos, em muitas circunstâncias ela volta aos nossos pensamentos e meditações.
Os cheiros das terras quentes de Angola, tinham cheiro próprio quando chuvia.  As paisagens de montes e vales, os arvoredos e as florestas, são ainda hoje recordação quando nos embrenhados por alguns locais deste Portugal.
O roncar dos aviões e helicopteros, recordam as opoerações militares e todo o aparato que era habitual quando eram utilizados este meios aéreos.
A recordação afina as suas matizes quando o barulho das DO 27 ou dos Cessna se sentiam e eram sinal de que os frescos e a correspondência que todos ansiavam estava chegar.
A todos os companheiros da Guerra, em especial os do BCAC2877, aqui lhes deixamos um grande abraço de amizade.
Aqui lhes deixamos um enorme sentimento de solidariedade  para que nos momentos, e muitos serão, em que se sintam mais sós ou deprimidos, mesmo que seja só em pensamento, há sempre alguem que recorda tudo o que de bom e mau se passou na Guerra pelas terras africanas de Angola.
Um abraço especial para os familiares dos que partiram, uns ficando lá, outros depois do regresso.

1 comentário:

Anónimo disse...

Aproveitando este texto muito verdadeiro e saúdoso, mando um abraço muito sentido a todos os meus ex,camaradas do batalhão de caçadores 2877.