18/02/2011

O Teixeira – o Guia?

O Teixeira não era o guia da CAC2543 e 105?

Cremos bem que sim.

Numa das nossas pesquisas encontramos este pedaço de prosa, entre muitos outros que convidamos os nossos companheiros a lerem.

OO Teixeira era um resistente - antigo caçador, adaptou à guerra o seu domínio

11 comentários:

Anónimo disse...

Eu acho que não, o guia em zauevua era o Cruz,no Quiende era o Caluca penso que era alcunha, que era também o nome de um rio, lembram-se? Um abraço JSilva

Anónimo disse...

O Silva não tem moral para comentar e muito menos para enviar abraços. Custa-me muito dizer isto mas é o que eu sinto.

João Lima disse...

Sâo salutares todos os comentários, muito embora, não se saiba de que ano ou anos que estão a comentar,eu quero crer que em 1973 era de fato o Cruz, que já lá estava anteriormente, mas o Anónimo que respondeu ao comentario do JSilva, deixou ainda mais de ter moral porque em minha opinião deveria ter "assinado", faz-me lembrar aquela malta que vai a TV mas pôe uma mascara.....

João Lima ccaç 105/73 disse...

entretanto quero relembrar que falo de Zau-Evua, e que o "reporter" das fotos diz Zau-Evoa, será por causa do novo do novo acordo ortografico????

Anónimo disse...

Quero agradecer ao amigo João Lima o apoio que me está a dár, como podem vêr não estou assim tão maluco moral? O cobarde que me agride verbalmente que seja homem edentificando-se. Sou o José fernandes da Silva antigo combatente em zauevua e quiende, não mando abraços porque não tenho mural. Deus te perdoe.

Anónimo disse...

Já me constou que você que diz que é o Lima não passa de outro ordinário que vem para aqui também só para pedir paleio. Eu já começo a perder a paciência e você senhor Lima de merda vá também levar na bilha como os outros. Eu sou mesmo maluco quando é preciso e você nem me conhece portanto metasse com outro seu merdas. Pelos vistos é mais um cobarde que aqui anda a chatear os outros.JSilva

JLima disse...

Se é maluco porque não bate c/os cornos na parede e grita que é boi???
Pois já vi começar por muito menos.
Parece-me que dar opinão sobre o que for não é ser malcriado e parece-me que foi o que o Sr foi, deve retirar-se.
Porque me parece que as pessoas que aqui anda são pessoas de bem.

Anónimo disse...

Sr. João lima por favor mande-me o seu contacto, gostava de falar consigo sobre o comentário do dia 17-03-2011.JSilva

Anónimo disse...

eu fui cabo mecanico na 2543 do batalhão 2877. estive em zau evua de 69 a 70 e ate julho de 71 estive no kiende tenho uma vaga ideia que o guia no no kiende se chamava sebastião. recordo que foi apanhado junto ao rio mbridg onde se encontrava refugiado desde o inicio da guerra. quase no fim da minha comissão foi de urgenci operado à apendice... Barbosa

Anónimo disse...

Meus amigos, respeiten- se, uns aos outros por favor.Eu fui tropa no tomboco em 63,64,65,e no meu tempo havia dois guias.O Teixeira (mulato), e o ximba,(ALCUNHA.De certeza que servi muitos churrascos a voces,pois eu fiquei em tomboco e abri um bar. Antonio Dinis

Anónimo disse...

Olá, amigos. Eu estive no Tomboco, como alferes da CART 2843/BART 2900, de 1971 a 1972. O guia era de facto o Teixeira, um mulato, filho de pai Algarvio e mãe Angolana, um excelente guia e caçador, como outros já aqui o disseram. Um aparte... o Teixeira tinha também uma sobrinha muito jeitosa. Amigo, António Dinis, onde ficava o seu bar? Penso que sei qual é... ficava ao pé da loja do Sr. Costa? Muita galinha comi eu lá com uns bons "canhangulos." O meu nome é António M. Arruda... este comentário vai aparecer como anónimo porque não tenho conta aqui e esta é a única maneira de poder publicar o meu comentário... não fiquem nervosos, já revelei a minha identidade acima. Saudações a todos os ex-camaradas de arma/guerra.