02/01/2011

Jose Niza

Jose Niza escreve no  jornal O Ribatejano.
Aqui está uima passagem dum artigo naquele jornal onde fala de Zau Évua

"A outra carta é também de 1971 e foi-me enviada para Zau Évua, no norte de Angola: eu estava numa guerra a sério e não propriamente a apanhar sol nas praias do Musssulo…
Dizia-me ele – no seu delíro lúcido – que ia cantar a Angola e a Moçambique e precisava que eu o acompanhasse à viola.

Texto baseado numa carta que lhe escreveu Zeca Afonso para Zau Évua.
"E então, era assim: “Se quiseres aparece, o que me daria uma enorme satisfação”… “Se tiveres possibilidade tomas um táxi aéreo ou segues de avião para Sá da Bandeira. Basta-te reservar bilhete e ou paga o exército ou o Rádio Clube de Huíla. Vê se te safas.” E rematava: “Em Moçambique poderiam oferecer-te uma passagem, tocarias em Lourenço Marques e Beira! Que tal?” Como se vê, tudo fácil e nada mais simples: trocava a guerra pelas baladas e a tropa ainda me pagava as viagens! Ok chefe!" (O Ribatejo)

Sem comentários: