01/03/2008

Em Angola tambem havia calendários

Para quem está longe dos seus, da sua terra, dos seus usos e costumes, para quem é um "emigrante" forçado, de camuflado e de G3 em punho, a passagem de mais uma folha do calendário, é sempre um bom motivo para sentir alegria e começar a pensar na emoção a sentir quando do regresso.
As folhas viradas dos calendários, assinaladas com uns rabiscos em forma de cruz ou de bola, apareciam em todos os medidores do tempo,colados ou pregados em local bem visivel, para não furtar ao esquecimento que mais um dia, uma semana ou um mês, já tinham entrado na contabilidade da nossa passagem por Angola.
Recordo este tema, pel razão simples de que hoje se iniciou mais um mês.
Recordo que, nos meus tempos de miúdo, porque os meus pais eram agricultores, dizerem que o mês de Março era o mês dos Burros.
Nunca percebi porquê, mas na verdade, mesmo no momento actual, porque o tempo não pára, a passagem de cada dia, vai-nos levando cada vez mais à nossa velhice. Que fazer? Nada. Apenas desejar e contribuir para que estes ultimos tempos da nossa exist~encia terrena seja o mais feliz, descontraída e passada com saúde e alegria de continuar a viver.
Até apetece dizer...té sempre ... pessoal.
Bem, para muitos de nós, até ao próximo almoço de confraternização.

1 comentário:

Anónimo disse...

Boa tarde: LI e gostei para quê o comentário? Obrigado Brás Gonçalves,calha sempre ao mesmo. Deus lhe dê saúde para nos fazer recordar estas coisas muito verdadeiras durante muitos e muitos anos mais uma vez obrigado.JSilva.